fbpx






11 de dezembro de 2017

Os métodos de prevenção da gravidez foram evoluindo com os anos. Há muito tempo atrás, por não existir métodos eficientes para evitar uma gestação, muitos casais realizavam o coito interrompido, que como sabemos não é uma prática muito segura para isso.

Anticoncepcional

Depois de muitos anos, os anticoncepcionais foram lançados no mercado. Foi o método contraceptivo que revolucionou o modo de como as mulheres poderiam se prevenir de uma gravidez indesejada.

Embora com o benefício de evitar uma possível gravidez, ele veio trazendo alguns riscos para a saúde que podiam e até hoje podem gerar morte. Assim que foi desenvolvido, até pela falta de tecnologia que existe atualmente, as pílulas contraceptivas apresentavam muito mais riscos.

Por ser um assunto sério e que deixa muita dúvida na cabeça da mulher que pensa em utilizar o método, resolvemos listar quais os riscos do anticoncepcional para a saúde.

Trombose:

A trombose é a formação de um coágulo sanguíneo na veia do membro inferior, o que provoca dor e inchaço. O anticoncepcional mal recomendado pode aumentar as chances da mulher desenvolver a doença, além de infarto e AVC. Por este motivo são necessários alguns exames para definir qual o anticoncepcional adequado para cada mulher.

Dizer que ao tomar o anticoncepcional a mulher desenvolverá a trombose é um mito, isso só ocorrerá se realmente a medicação for passada de qualquer jeito ou se ocorrer uma automedicação.

Diminuição de libido:

Pode acontecer do anticoncepcional acabar diminuindo a testosterona e causando uma queda da libido. Quando isso ocorre é necessário que o médico responsável pela prescrição recomende uma outra pílula anticoncepcional, se for o caso, para que haja a regularização do hormônio.

Glaucoma:

Existem estudos que mostram o risco do anticoncepcional associado ao glaucoma. Quando utilizado por mais de 3 anos seguidos eles aumentam as chances de causar problemas nos nervos óticos, podendo causar uma cegueira irreversível em uma idade mais avançada.

 Câncer:

O câncer é uma das doenças do século que envolve diversos fatores em seu desenvolvimento, inclusive as altas alterações das taxas hormonais. Existem cânceres que estão fortemente associados com a elevação hormonal no corpo. Por este motivo, o uso do anticoncepcional pode aumentar as chances de ocorrer um câncer.

 Acnes:

O uso do anticoncepcional pode acabar gerando acnes, pois os níveis hormonais podem estar ligados a elas, já que algumas possuem os hormônios como a principal causa para o seu surgimento.

Dores de cabeça e enjoo:

Principalmente no período de adaptação ao remédio pode ocorrer o enjoo e dores de cabeça. Isso pode ocorrer justamente pela mudança hormonal feita no corpo, desta forma, o organismo tenta se adaptar e acaba gerando esses desconfortos.

Gostaram desse artigo sobre os perigos do Anticoncepcional?

Ele foi super bem produzido pela Sabrina Monteiro e nos enviou para informar vocês sobre os riscos do Anticoncepcional. O artigo foi desenvolvido com as seguintes fontes: Tua Saúde | Anticoncepcional Web | Minha Vida. Deixe sua opinião aqui nos comentários!

(Visited 2 times, 1 visits today)
Compartilhe o post: 4 comentários

  • Café: Utilizando na sua rotina de beleza
  • Como fazer um penteado usando fitas
  • Soro Fisiológico: como utilizar na rotina de beleza?
  • Comente pelo facebook:
    Comente pelo Blog:

    1. Klissia, 11 de dezembro de 2017

      Ótimo post, e que alerta! Algumas meninas relutam um pouco ao falar do assunto uma vez que o número de mulheres que tem problemas é pequeno.
      Vale sempre lembrar a importância em consultar um ginecologista e qualquer sinal de sintomas adversos procurar um médico.

    2. Kelly Mathies, 12 de dezembro de 2017

      Já vários relatos e posso afirmar que sim, todo anticoncepcional pode vir a causar trombose. Principalmente quando há histórico familiar da doença, viu? Não é trocando a pílula ou o laboratório que as chances serão menores. Isso é um baita mito. Minha dermatologista listou cada consequência do remédio quando optei por tomar, e ela mesmo afirmou que todo anticoncepcional tem seu perigo. Alguns, por serem mais fracos, acabam não tendo tanto efeito ou casos de consequência registrados, mas são tão negativos quanto qualquer outro. Aliás, tirando alguns médicos, a indicação é de que as mulheres, caso haja opção, procurem outras alternativas ao medicamento, já que atrapalha como um todo. Eu tomei por anos para as espinhas. Começo desse ano resolvi parar e dar um tempo. É claro que elas voltaram (ainda piores!!) e meus hormônios ficaram um caos, mas já percebo o quanto é bom viver sem o bendito. Mas enfim, teu post serve como um alerta, e espero que muita gente tenha consciência disso.

      • Carolina Rabêlo, 12 de dezembro de 2017

        Verdade, faz um ano que deixei de tomar e a pele está uma caca! Mas me sinto melhor sem ele! É preciso entender que existem outras formas de prevenir uma gravidez, mas que acima disso, precisamos dar uma atenção a nossa saúde! Obrigada por sua opinião! ????